Você Está
Início > Notícias > Cidade > Acúmulo de lixo nas ruas da cidade gera protestos de moradores nas redes sociais

Acúmulo de lixo nas ruas da cidade gera protestos de moradores nas redes sociais

Um assunto muito comentado no início desta semana em Rosário do Sul, foi o acúmulo de lixos domésticos nas vias dos bairros e centro da cidade. Conforme relatos de moradores do município, a concentração de detritos teria acontecido devido à falta de coleta por parte de empresa contratada pela Prefeitura Municipal. Esta não foi a primeira vez que problemas semelhantes acontecem no município

No bairro Aliança, próximo ao centro da cidade, moradores publicaram nas redes sociais imagens do acúmulo de lixo nos canteiros e calçadas das ruas. “Estou denunciando para que órgãos públicos de nossa cidade façam alguma coisa sobre esta imundície que os moradores estão fazendo de nossa rua e cidade. Pergunto se o ensino que aprendemos dentro de nossas residências é viver no meio do lixo e da bagunça que estamos presenciando em nosso cotidiano, com pessoas que não tem o mínimo de senso de limpeza e sabendo que pode vir a ocorrer algum acidente por ter excesso de lixo em nossa rua, trazendo até incêndio”, desabafou uma moradora do bairro.

Segundo informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal, o transtorno foi causado por problemas mecânicos que impossibilitaram os dois caminhões que efetuam a coleta na cidade de realizar o serviço. Porém, no fim da manhã desta segunda-feira (26), um dos veículos já havia sido consertado e retomado o trabalho.

Moradores do Bairro Aliança protestaram em suas redes sociais

Antes disso, no Informativo Municipal radiofônico do último sábado (24), transmitido pela Rádio Marajá, o secretário de obras urbanas do município, Adriano Dornelles, já havia comentado a respeito da limpeza pública. Na ocasião, Dornelles frisou que o serviço é dividido em duas partes: lixo doméstico, que é recolhido por empresa contratada pela administração pública através de licitação, e a outra parte seria o descarte de entulhos. Este último, segundo o Poder Público Municipal, é de responsabilidade de cada morador.

“A questão do lixo orgânico, tem uma empresa licitada que retira e faz o descarte correto. A limpeza das ruas também possui empresa terceirizada, contratada para realizar serviços como corte de grama e varredura das ruas. As pessoas estão confundindo, estão descartando colchões, sofás, sobras de eletrodomésticos, na rua, ou até mesmo colocando em seus carros e descartando em outros lugares, como a saída para o Rio Ibicuí. Porém, há um local, ao lado do antigo lixão da cidade, destinado para esse tipo de descarte. Qualquer pessoa pode levar seu entulho e depositar lá”, declarou o secretário.

Reportagem: Rhayza Moreira / Gazeta de Rosário
Fotos: Julio Lemos / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top