Você Está
Início > Notícias > Destaque > Apenado morre após agressão dentro do Presídio de Rosário do Sul

Apenado morre após agressão dentro do Presídio de Rosário do Sul

Um homem preso por embriaguez ao volante no final da tarde de domingo (12) morreu na madrugada desta segunda-feira (13), após ser agredido por outros apenados. Ele havia sido recolhido ao pavilhão principal do Presídio Estadual de Rosário do Sul e foi socorrido com vida, mas acabou falecendo no Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA). A causa da morte de Renato Lúcio Bevilacqua Brondani, 53 anos, será apontada pela necropsia feita em São Gabriel.

O homem havia sido preso na tarde de domingo, após ser flagrado embriagado ao volante e não ter pago a fiança estipulada pela autoridade policial. Já durante a noite da mesma data, por volta das 23h20, foi agredido por outros apenados da casa prisional de Rosário do Sul. Segundo relatos de agentes penitenciários, eles escutaram um forte barulho vindo de uma das celas do pavilhão principal e foram verificar a situação, deparando-se com a agressão à vítima. No momento em que os servidores abriram a cela onde Brondani estava, os demais presos o arremessaram violentamente no corredor. Os agentes acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que fez os primeiros socorros e encaminhou a vítima ao HCNSA. O óbito foi atestado às 3h da madrugada e o corpo foi encaminhado à necropsia.

Brondani foi preso após ter sido flagrado embriagado no interior da Praça Borges de Medeiros e ser visto logo após, conduzindo seu VW Parati. Segundo um policial civil, ele dirigia em zigue-zague, subia nas calçadas e cortou uma preferencial, sendo abordado pelo agente em seguida. Ele acionou a Brigada Militar, que realizou a prisão. Durante a abordagem, o homem teria se mostrado bastante alterado e tentado pegar a arma de uma policial que atendia o caso.

Na Delegacia de Polícia foi lavrado o flagrante por embriaguez ao volante, em teste que apontou 1,88 mg/L. Além disso, o homem teria vários antecedentes criminais pelo mesmo delito. A autoridade policial determinou fiança de R$ 10 mil, que não foi paga pelo acusado. Assim, ele acabou recolhido ao Presídio Estadual de Rosário do Sul. Foi o 40º registro por embriaguez ao volante em 2017 no município.

A Polícia Civil investiga o caso para apurar as circunstâncias da morte da vítima, que teria sido espancada pelos apenados que dividiam a mesma cela. Até o fechamento desta edição ainda não eram conhecidos os horários dos atos fúnebres, nem do sepultamento de Brondani.

Caso se confirme que a morte do homem se deu em decorrência da agressão, será o sexto homicídio registrado em 2017 em Rosário do Sul. No mesmo domingo (12), o jovem Eduardo Fernandes Müller, 22 anos, faleceu na Santa Casa de Uruguaiana após uma semana em coma em decorrência do espancamento que sofreu em Rosário do Sul. Ele foi agredido por um grupo de pelo cinco pessoas. Dois suspeitos já estão presos.

Reportagem: Julio Lemos / Gazeta de Rosário
Fotos: Julio Lemos / Gazeta de Rosário e Divulgação

Deixe uma resposta

Top