Você Está
Início > Colunistas > De Dentro do Tatame (Page 2)

DE DENTRO DO TATAME: Violência sempre desnecessária

Quem pratica uma arte marcial tem como principal qualidade o controle emocional, pois com o aprendizado que adquirimos com o passar do tempo, nos tornamos “potencialmente perigosos”. Em um atleta profissional isso é (ou deveria ser) algo mais intensamente trabalhado, pois este serve, muitas vezes, de exemplo para crianças, jovens e adultos. É triste quando se vê um atleta cometer um ato que, além de prejudicá-lo pessoal e profissionalmente, acaba por “manchar” a imagem de arte marcial que ele pratica e leva como bandeira, pra onde quer que vá, competindo ou não.

Top