Você Está
Início > Notícias > Destaque > Estância Santa Augusta vence a Doma de Ouro no Tempranito de Bagé

Estância Santa Augusta vence a Doma de Ouro no Tempranito de Bagé

O Sindicato Rural de Bagé sediou sua 9ª edição do Tempranito em fins de novembro e início de dezembro. Na programação esteve a aguardada prova da Doma de Ouro do Núcleo Brasileiro de Criadores de Cavalos Crioulos (NBCCC). A competição teve como grande vencedor um representante de Rosário do Sul. O primeiro lugar ficou para Santa Augusta Mandala, conduzida pelo ginete Marcos Silveira. A fêmea pertence ao estabelecimento Estância Santa Augusta, dos criadores e expositores Fernando e Guilherme Vasconcellos.

A disputa contou com 83 inscritos. A vencedora Santa Augusta Mandala, de Rosário do Sul, é filha de Aqui Estoy da Santa Juvita e BT Verônica. A fêmea obteve a nota 82,50. Os campeões levaram a premiação de R$ 25 mil. “Foi uma conquista importantíssima. Vencer entre vários concorrentes, 109 animais revisados, tanto do estado como de fora, com um animal que teve o cruzamento estudado e que tem muito futuro pela frente”, declarou Guilherme Vasconcellos, em entrevista à Gazeta.

O criador ressalta que a Estância Santa Augusta é focada, principalmente, em provas funcionais, e este é o primeiro animal do estabelecimento que é resultado de uma inseminação artificial. “É uma ferramenta muito importante atualmente para o melhoramento genético”, explicou, aproveitando para exaltar o trabalho do veterinário Jean Amaral, responsável pelo processo na fazenda.

A programação do Tempranito iniciou no último dia 29 e, além da Doma, contou com provas de morfologia e as paleteadas, onde a Cabanha Santa Augusta também teve bom desempenho, obtendo o 4º lugar entre 50 duplas na Força A, com o ginete Marco Jaques e o próprio Guilherme Vasconcellos. A colocação credencia a Estância a participar da semifinal em abril de 2018, em classificatórias que acontecem em três cidades do Rio Grande do Sul: Bagé, Alegrete e Osório.

O 9º Tempranito ainda teve remate especial de 10 anos da prova Redomão na Lagoa, da Cabanha Cala Bassa, de Aceguá, bem como atrações musicais.

+ Q1/2 – Para completar o ciclo de vitórias, a Estância Santa Augusta acumulou título da Prova do Remate + Q1/2, realizada em Esteio no final de semana dos últimos dias 26 e 27 de novembro. A égua Calle Angosta do Itapororo saiu vitoriosa, conduzida pelo ginete Volmir Guimarães. A premiação foi uma Montana 0km.

Classificação Doma de Ouro

  • 1º lugar: Santa Augusta Mandala, conduzida pelo ginete Marcos Silveira – Estância Santa Augusta, dos criadores e expositores Fernando e Guilherme Vasconcellos (Rosário do Sul)
  • 2º lugar: Campana Cacimba, conduzida pelo ginete João Paulo Nunes – Cabanha Campana, do criador e expositor Mário Moglia Suñe (Bagé)
  • 3º lugar: Armada do Queguay, conduzida pelo ginete Marcos Silveira – Cabanha Queguay, do criador e expositor Cléber Rivelino Pereira Pintos (Santana do Livramento)
  • 4º lugar: Campana Calandria, conduzida pelo ginete João Paulo Nunes – Cabanha Campana, do criador e expositor Mário Moglia Suñe (Bagé)
  • 5º lugar: Consuelo da Estiva Grande, conduzida pelo ginete Felipe Maggi – Cabanha Lagunero, do criador Felipe Scheffer Maggi e do expositor Danilo Webber Alba (Torres)

Reportagem: Caroline Motta / Gazeta de Rosário
Fotos: Fagner Almeida / Divulgação

Top