Você Está
Início > Notícias > Destaque > Entrevistadores do IBOPE são alvo de difamação e ameaças em Rosário do Sul

Entrevistadores do IBOPE são alvo de difamação e ameaças em Rosário do Sul

Dois funcionários de uma empresa prestadora de serviços para o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), que realiza trabalho contratado pelo comitê gestor da Internet no Brasil, em Rosário do Sul, registrou no início da tarde desta sexta-feira (9), ocorrência policial de difamação, injúria e ameaça.

Os dois profissionais foram informados pelo proprietário da pousada onde estão hospedados, que um homem publicou nas redes sociais, que ambos eram pessoas perigosas. A mensagem postada ultrapassou 887 compartilhamentos.  Além do texto divulgado, um vídeo também estaria disseminando injúrias sobre os pesquisadores.

Em entrevista à Gazeta de Rosário, o casal, ela de 50 e ele de 47 anos, explicou suas funções atuais na prestação de serviço ao IBOPE. Segundo eles, o objetivo da pesquisa é a melhoria da internet em todos os locais do país.  O objetivo principal seria estudar o uso do computador, da internet e do celular pelos brasileiros.

Leia mais notícias da editoria Polícia

A pesquisa é feita em 30 mil domicílios do Brasil, com entrevistas presenciais de outubro deste ano até abril de 2019. Além disso, eles informaram que trabalham devidamente identificados. O estudo feito pelo IBOPE conta com apoio da UNESCO e do UNICEF e já foi realizado em 25 países da Europa.

As informações fornecidas pelo entrevistado são sigilosas e serão tratadas de forma anônima.  Os resultados do material devem auxiliar especialistas, acadêmicos, governo e sociedade a entender melhor os hábitos da população na internet.

Deixe uma resposta

Top