Você Está
Início > Notícias > Idoso é retirado de propriedade em Rosário do Sul após denúncia de negligência e vulnerabilidade social

Idoso é retirado de propriedade em Rosário do Sul após denúncia de negligência e vulnerabilidade social

Um caso de constrangimento ilegal, negligência e vulnerabilidade social foi registrado no último dia 19 na Delegacia de Polícia Civil de Rosário do Sul, envolvendo um idoso. Uma denúncia foi feita ao Ministério Público sobre as condições em que se encontrava a vítima, fato constatado por uma assistente social. O homem foi encaminhado para a casa de um parente na cidade.

A vítima se encontrava em uma propriedade rural no 4º Distrito do município, São Carlos. A situação em que o idoso se encontrava foi constatada por uma equipe técnica do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Alegrete. Em uma visita ao local, eles detectaram a vulnerabilidade social e consideraram negligência por parte dos proprietários da fazenda. Segundo o órgão, uma mulher recebia o benefício da vítima e não repassava nenhum valor ao mesmo, que estaria vivendo em más condições.

O idoso foi retirado do local e encaminhado para a casa de uma sobrinha. O caso foi registrado pela assistente social como “constrangimento ilegal, negligência e vulnerabilidade social consumado”.

O proprietário da fazenda por sua vez, homem de 47 anos, compareceu na DP no mesmo dia 19 e fez outro boletim de ocorrência por “exercício arbitrário consumado”, devido à retirada do idoso de sua propriedade. Conforme ele, o homem mora no local desde os 13 anos, trabalhava com seu avô, depois com seu pai e atualmente com o comunicante. O produtor rural alega que a assistente social não apresentou documento comprovando seu cargo e desconfia que as denúncias sejam fraudulentas. A idade do idoso não foi divulgada.

Reportagem: Julio Lemos / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top