Você Está
Início > Notícias > Destaque > Março já tem quase vinte casos de violência contra a mulher

Março já tem quase vinte casos de violência contra a mulher

Os registros de violência contra a mulher em Rosário do Sul têm aumentado a cada mês. Somente nos primeiros 11 dias de março já são 18 ocorrências, incluindo uma morte e um estupro. Ao todo, são 82 crimes registrados desde o início do ano. O mês com maior índice foi fevereiro com 37 casos.

Os crimes mais violentos ocorreram no final de semana passado, sendo três no sábado (9) e um na sexta-feira (8) – Dia Internacional da Mulher. No final da noite de sábado, a Brigada Militar foi acionada na zona oeste para atender um espancamento envolvendo uma jovem gestante e sua mãe. As vítimas de 17 e 48 anos teriam sido agredidas pelo pai do filho esperado pela jovem. O suspeito, de 27 anos, invadiu a residência e quebrou a porta do banheiro onde estava a jovem. Ele ainda quebrou os dois celulares das vítimas, que solicitaram medidas protetivas e foram encaminhadas para exame de lesão corporal.

No mesmo sábado, uma vítima de 35 anos informou que teria sido agredida com um soco por um homem de 48 anos. A vítima solicitou medidas protetivas. No início da madrugada da mesma data, uma mulher de 49 anos foi vítima de ameaça pelo ex-companheiro. Ela tinha medidas protetivas contra o suspeito que já havia ameaçado a mulher durante o carnaval.

Antes, na sexta-feira (8), uma senhora de 43 anos registrou ocorrência contra o filho, de 19 anos, que é dependente químico e faz uso de medicação. Ela solicitou medidas protetivas. Mais tarde, na mesma data, o jovem retornou ao imóvel e tentou esfaquear o irmão, de 14 anos.  O suspeito foi encaminhado ao hospital da cidade.

Leia mais notícias da editoria Polícia

No dia 6 de março, foi feito registro de lesão corporal e ameaça ocorrido na madrugada do dia 4, durante o carnaval de rua. Conforme o relato da vítima, de 26 anos, o ex-namorado não aceita o fim do relacionamento e realizou ameaças. Ela informou ainda que em uma ocasião, ele teria agredido a mesma com um soco. A vítima solicitou medidas protetivas e foi encaminhada para o auto exame de corpo de delito (AECD).

Outra agressão ocorreu na madrugada do dia 5 de março, quando uma mulher de 40 anos foi vítima do ex-companheiro, de 33 anos. Ela solicitou pediu medidas protetivas de urgência. Às 22h do mesmo dia foi feito registro de ameaça, na zona sudoeste da cidade. A vítima, de 49 anos, informou que foi ameaçada de morte pelo ex-companheiro, de 63 anos. Na data do registro, ele teria ido à residência da vítima com um facão, tentando reatar o compromisso. Ela solicitou medidas protetivas.

Ainda no dia 5 de março, um homem de 51 anos registrou que seu cunhado, de 37 anos, invadiu o imóvel dele e da esposa, de 45 anos. Ele tentou agredir a mulher e ainda injuriou-a. Ela solicitou medidas protetivas. O acusado foi apresentado da Delegacia de Polícia e responderá por vias de fato, injúria e invasão de domicílio.

No dia 4, a BM atendeu ocorrência envolvendo a vítima de 21 anos e um homem de 32, que teria tentado agredi-la. Na mesma data, uma mulher de 42 anos foi ameaçada pelo ex-companheiro, de 58 anos.  Ela solicitou medidas protetivas.

Antes, no dia 1º de março, foi feito registro de ameaça consumado. A vítima, de 35 anos, comunicou que seu ex-companheiro não aceita o fim do relacionamento e passou a importuná-la. Ela relatou que já foi agredida fisicamente e solicitou medidas protetivas. Na mesma data, a BM atendeu ocorrência de briga entre o pai, de 63 anos e a filha, de 32 anos, na zona sudeste da cidade.

Ainda no dia 1º, uma mulher de 49 anos e o marido, de 54, teriam discutido e após tentativa de agressão pelo homem, ao se defender, ela teria acertado o mesmo com uma faca. Ela solicitou medidas protetivas. Outra ocorrência atendida pela BM na data foi entre a vítima de 54 anos e o suspeito, de 49. Ela teria sido agredida.

OUTROS CASOS – Além dos 14 casos, o mês de março também foi marcado pelo feminicídio que vitimou Leilamar Saccól Ferreira, de 63 anos, na última segunda-feira (11). Outros três crimes também já foram noticiados em março na Gazeta. Um dos agressores, homem de 25 anos foi preso pela Polícia Civil na manhã de sexta-feira (8) e recolhido ao presídio por descumprir medidas protetivas. Já outra vítima, de 26 anos, acabou ferida na cabeça e rosto devido a uma pedra arremessada por um acusado no início da manhã do dia 5 de março. Antes, no dia 2 de março, um homem de 43 anos foi preso pela BM acusado do estupro de uma menina de nove anos. Com estes casos, chega a 18 o número de ocorrências de violência contra a mulher somente nos primeiros 11 dias de março.

FEVEREIRO – No mês de fevereiro foi registrado um descumprimento de medidas protetivas envolvendo um homem de 22 anos, o qual invadiu a casa da avó que dormia no interior da residência em um bairro da zona norte. A casa fica na frente da residência da mãe dele, vítima de 55 anos, que foi agredida junto com o pai dele recentemente. Também em fevereiro houve um caso de ameaça consumado no dia 22. A vítima de 49 anos relatou que o ex-marido, de 61, a teria ameaçado ela. Ela solicitou medidas protetivas.

Deixe uma resposta

Top