Menina de três anos morre após atropelamento em Rosário do Sul • Gazeta de Rosário
Você Está
Início > Notícias > Destaque > Menina de três anos morre após atropelamento em Rosário do Sul

Menina de três anos morre após atropelamento em Rosário do Sul

Uma menina de três anos de idade foi vítima fatal de atropelamento na noite de quarta-feira (7), na zona sudoeste de Rosário do Sul. Ela foi atingida por uma motocicleta. A criança chegou a ser socorrida até o Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA), mas não resistiu aos ferimos e faleceu.

O caso foi registrado como homicídio culposo – que não tem intenção de matar – e envolve um jovem de 22 anos, que não teria carteira nacional de habilitação (CNH). Conforme as informações iniciais, a vítima Rafaelli dos Santos de Lima caminhava na rua Francisco Neto, próximo ao Centro Comunitário da Artidor Ortiz, na companhia de um familiar. Por volta das 22h50, a menina teria avistado sua mãe do outro lado da rua, soltado a mão da pessoa que a acompanhava e atravessado a via, quando foi atingida pela motocicleta e projetada para frente. O motociclista teria ficado no local até a chegada do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), mas depois teria ido embora.

Quando a Brigada Militar chegou ao local, o autor do atropelamento e a motocicleta não estavam mais. Uma prima da mãe da vítima, que testemunhou o acidente, e o pai da menina compareceram na Delegacia de Polícia, onde prestaram depoimento. O advogado do motociclista também informou à polícia que ele iria se apresentar nesta quinta-feira, na DP.

O corpo de Rafaelli foi encaminhado para necropsia em Santa Maria. A previsão era de que retornasse para Rosário do Sul ainda na manhã desta quinta-feira (08), quando será velada na Funerária Angelus, na rua Voluntários da Pátria. O sepultamento estava previsto para as 17h da mesma data, no Cemitério Municipal São Sebastião.

O caso comoveu a comunidade rosariense, principalmente familiares e amigos dos pais, que expressaram sua dor pela prematura perda através das redes sociais.

Reportagem e foto: Julio Lemos / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top