Você Está
Início > Notícias > Mulheres são vítimas de ameaça em Rosário do Sul

Mulheres são vítimas de ameaça em Rosário do Sul

Novos crimes de violência contra a mulher foram registrados nas últimas semanas em Rosário do Sul, elevando os números desde o início do ano para 202 casos. Em um dos casos foram dois registros envolvendo as mesmas partes em um único dia.

Neste fato, a vítima, de 37 anos, efetuou dois registros contra o acusado, de 38, referente a ameaças de agressões feitas contra ela e seu atual namorado. O suspeito não teria aceitado o fim do relacionamento. No segundo registro, a vítima relatou que o homem chegou a chutar a porta do veículo em que o casal estava. O homem também é acusado de invadir o imóvel dela, danificar e lhe injuriar. Ela solicitou medidas protetivas de urgência.

Antes, na sexta-feira (2), uma mulher de 22 anos registrou ocorrência contra seu ex-companheiro, também de 22 anos, que a ameaçou de morte. Na mesma data, uma jovem de 24 anos foi ameaçada de morte pelo ex-marido, de 39 anos. Ambas as vítimas solicitaram medidas protetivas.

No início da tarde de 1º de agosto, uma mulher de 35 anos teria sido vítima de vias de fato e injúria pelo ex-marido, de 37 anos, no estabelecimento comercial do mesmo. Eles haviam discutido sobre o filho de ambos e o homem passou a ofender a vítima agarrando-a pelo braço e tirando ela a força do local. Ele também efetuou registro contra ela.

Já no dia 29 de julho, uma senhora de 61 anos foi vítima de ameaça, envolvendo o neto dela, de 15 anos. Na mesma data, uma mulher de 42 anos registrou ocorrência de ameaças feitas pelo seu ex-companheiro, que não aceita a separação. Este não é o segundo registro contra o mesmo feito neste ano. As vítimas solicitaram medidas protetivas.

Leia mais notícias da editoria Polícia

Já na madrugada do dia 28 de julho, uma mulher de 25 anos efetuou registro contra o cunhado, homem de 20 anos. Ao ser impedido de entrar no imóvel da vítima, ele teria chutado e quebrado a porta da frente. Ela solicitou medidas protetivas.

Uma mulher de 25 anos efetuou registro contra o ex-companheiro, de 42, no dia 27 de julho. O homem teria ameaçado levar o filho deles, de dois anos, para outra cidade sem o consentimento dela, caso não voltasse a morar com o mesmo. A mulher solicitou medidas protetivas.

No dia 26 de julho, foi feito registro de ameaça, referente a fatos ocorridos no dia anterior. A vítima, de 49 anos, informou que foi ameaçada de morte pelo ex-companheiro, de 51 anos. Ela solicitou medidas protetivas de urgência.

O último caso foi registrado no dia 1º de agosto, mas teriam ocorrido nos dias 23 e 28 de julho. O suspeito, de 25 anos, não aceita a separação e ameaçou a vítima, também de 25 anos. O acusado nega-se a assinar o divórcio. A mulher solicitou medidas protetivas de urgência.

Com estes onze registros, sobe para 34 o número de casos de violência contra a mulher no mês de julho. Em agosto, até o momento, são cinco ocorrências deste tipo de crime.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top