Você Está
Início > Notícias > Destaque > Elisandro Paz é reeleito presidente da Câmara de Vereadores

Elisandro Paz é reeleito presidente da Câmara de Vereadores

No dia 28 de dezembro, durante a última sessão legislativa do ano de 2018, foi realizada a eleição da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Rosário do Sul. Com oito votos a cinco, a chapa composta por Elisandro Paz (PP), como presidente, Leonardo Vargas (PTB), como vice-presidente, e Álvaro Gonçalves (PRB), como secretário, foi a vencedora.

Pelo segundo ano consecutivo, e em seu primeiro mandato de vereador, Paz foi eleito o presidente do Poder Legislativo. Em entrevista à Gazeta, o bancário relatou a expectativa em exercer o cargo pela segunda vez. “É um desafio muito grande. Fizemos um trabalho administrativamente correto, ágil e eficiente. Buscamos sempre a aproximação junto ao Governo Municipal para poder trabalhar e realizar todo o processo de forma rápida”, avaliou.

Paz também destacou algumas ações realizadas durante o ano como a criação do evento “Cases de Sucesso”, que realiza palestras com assuntos relevantes para a comunidade, e promovendo audiências públicas. Além disso, o presidente destaca que foi investido em qualificação dos profissionais da Câmara e equipamentos para o uso dos funcionários. “Assim como na gestão anterior, em 2019, iremos trabalhar de forma técnica. Tudo que for beneficiar a comunidade e sobrevivência do município financeiramente, iremos trabalhar para aprovar. Buscando sempre a transparência e responsabilidade em nossos atos”, acrescentou o presidente.

Leia mais notícias da editoria Política

O vereador Vargas, eleito vice-presidente, disse à Gazeta que a prioridade será a aprovação de projetos. “Tendo agilidade da mesa diretiva e aprovando os projetos, estaremos favorecendo a nossa população, que mais rápido possível vai ser atendida”, disse. Além disso, Vargas destaca que se sentiu lisonjeado em receber o convite para ser vice-presidente. “Não desmerecendo nenhum outro que foi presidente, no meu ponto de vista político e como vereador, ele [Paz] foi o melhor gestor que a Câmara teve durante os meus mandatos até hoje”, enfatizou. Vargas está em seu segundo mandato como vereador e já atuou outras vezes na mesa diretiva. Ele também é servidor público da Prefeitura Municipal, exercendo o cargo de motorista da Secretaria da Saúde.

Vargas é o novo vice-presidente do Poder Legislativo

Gonçalves já exerceu o cargo de secretário outras vezes na mesa diretora da Câmara de Vereadores de Rosário do Sul. Em entrevista à Gazeta, ele contou que já está visando projetos para executar este ano. Um deles tem o objetivo de incluir os estudantes do município ao cotidiano do Poder Legislativo. “Exercer este cargo é uma grande responsabilidade, porque depois do presidente é o secretário que responde, e assina junto qualquer ação. Só quero somar para ajudar, não só a mesa, mas também todos os colegas”, disse o parlamentar. Gonçalves está em seu segundo mandato como vereador. Ele trabalha na área contábil e também na área de vendas.

Gonçalves foi eleito secretário do Poder Legislativo

Chapa concorrente solicitou impugnação de candidatura

O vereador Jair Mendes (MDB) também concorreu à presidência da Câmara. Compuseram a chapa dele o vereador Rogério Ustra (MDB), como secretário, e a vereadora Maria Eugênia Dutra (PDT), como vice-presidente.

Em 11 de dezembro do ano passado, Mendes solicitou a impugnação da chapa de Paz, alegando incompatibilidade de horários de cumulação dos cargos públicos com o mandato de vereador de Paz e Vargas. “(…) E da inexistência de declaração de ciência expressa dos candidatos da necessidade de afastamento de seus cargos, empregos ou funções, em caso de ser o vencedor da eleição (…)”, conclui o documento assinado por Mendes.

A mesa diretora, que era composta por Paz, como presidente, Ustra, como vice-presidente, e Glei Pacheco (PDT), como secretário, decidiu manter a homologação da chapa e considerar inconsistente a impugnação feita, por entender que há compatibilidade de horários. Somente Pacheco e Paz votaram, pois Ustra não esteve presente para a votação.

Reportagem e fotos: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Foto em destaque:  Rhayza Moreira / Arquivo

Deixe uma resposta

Top