Você Está
Início > Notícias > Cidade > Prefeitura realiza desvios e aguarda materiais para recuperar pontes atingidas pela chuva

Prefeitura realiza desvios e aguarda materiais para recuperar pontes atingidas pela chuva

A forte chuva que atingiu Rosário do Sul na última semana de março causou estragos em pontes do interior do município. Escolas da região ficaram sem aula devido à impossibilidade de tráfego nas estradas. A prefeitura providenciou a realização de desvios, pois o reparo nas pontes dependeria da compra de materiais.

Conforme a assessoria de impressa da prefeitura, foram feitos desvios ao redor de pontes em direção ao Caverá, na região do Touro Passo. “Foi feito também o desvio no Bom Retiro e na Ponte do Viradouro. No caso do Vacaquá o estrago foi bastante grande e uma passagem será construída”, salientou a assessoria de imprensa do órgão.

Quanto à recuperação das pontes, a prefeitura está no aguardo da compra de materiais, que estaria em andamento. “Por tratar de situação de excepcionalidade poderá ser feita uma dispensa de licitação para compra, porém isso só será feito se a lei permitir, mas é uma possibilidade. Ainda não há uma definição sobre isso. A questão está sendo estudada”, declarou a administração municipal, por meio de sua assessoria.

Leia todas as notícias sobre a cidade

De acordo com Liege Gorete, secretária municipal de Educação e Cultura, a escola Aracy Vieira do Amaral, localizada na região do Touro Passo, teve suas atividades suspensas por dois dias e retomou suas aulas na última segunda-feira (2). Próximo à escola Dom Pedro II também houve problemas com um pontilhão, mas o desvio foi feito e na última sexta-feira (30) o educandário retornou às aulas. Já a escola Alice Pando, localizada na região do Caverazinho, continuava sem aulas, pois os desvios não foram finalizados conforme o previsto, até última quarta-feira (4).

No último dia 24 de março, choveu quase 240 milímetros em Rosário do Sul, segundo o Metsul. A precipitação no município foi pelo menos duas vezes maior que em cidades da região e o volume correspondeu à 150% da média de chuvas de março.

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top