Você Está
Início > Notícias > Cidade > Rosário do Sul perde Dr. Armando Matos, um pioneiro da saúde

Rosário do Sul perde Dr. Armando Matos, um pioneiro da saúde

A última semana foi marcada pela perda de quatro personalidades de Rosário do Sul, que atuavam nos ramos de ensino, empresarial e da medicina. No dia 8 de janeiro, faleceu o médico pediatra Armando Adelino Medina Matos.

Matos foi pioneiro na medicina pediátrica em Rosário do Sul na década de 1960. Filho das famílias Medina Matos, tradicionais na cidade, ele era natural de Porto Alegre. Formou-se pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1959. Casou-se com Mariazinha Matos e retornou para Rosário, onde atuou durante toda a sua carreira.

Familiares contam que moradores da cidade chegavam a procurá-lo em sua casa para receber atendimento, e ele os recebia com cordialidade e amizade. Matos também foi chefe do Posto de Saúde de Rosário do Sul nas décadas de 70 a 80, quando ainda não existia a Secretaria Municipal de Saúde e o órgão era mantido pelo Estado. Na sua função, foi médico perito do INSS e aposentou-se como perito regional.

Leia mais notícias de Obituário.

Dr. Armando Matos tinha 86 anos e faleceu em Porto Alegre. Foto: Divulgação / Arquivo familiar

Foi sócio-fundador da Sociedade de Medicina de Rosário do Sul na década de 70, onde também exerceu a presidência. Por seus significativos trabalhos pela saúde e pela classe, a Sociedade de Medicina deu o nome de Sala Dr. Armando Avelino Medina Matos à Sala 105, do Programa de Assistência Social (PAS), no Edifício Caverá.

O médico também foi fundador do Lions Club Rosário do Sul e fez parte da diretoria do Clube Comercial. A família conta que Matos deixou um vasto quadro de amizades devido às suas atividades e atendimentos que realizou no exercício de sua profissão. Seus hobbys preferidos eram a pesca e o carteado, sendo muito querido por todos que o cercavam.

O falecimento ocorreu no hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, na terça-feira (8). O corpo foi transladado para Rosário do Sul, onde foi velado até a manhã de quarta-feira (9), quando foi encaminhado para o crematório de Capão do Leão. Aos 86 anos, Armando Matos deixa a esposa, três filhos, uma nora e dois netos.

Deixe uma resposta

Top