Você Está
Início > Notícias > Cidade > Servidores do Judiciário paralisam por uma hora em Rosário

Servidores do Judiciário paralisam por uma hora em Rosário

Servidores do Poder Judiciário de Rosário do Sul aderiram à paralisação estadual de uma hora na manhã desta sexta-feira (5). Os trabalhadores são contrários à extinção do cargo de Oficial Escrevente. Eles também reivindicam 23% de perdas inflacionárias e se manifestaram contra a reforma da previdência.

A paralisação, proposta pelo Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul /Sindjus-RS, ocorreu em diversas cidades do Rio Grande do Sul. Em Rosário, a paralisação ocorreu entre das 10h30 às 11h30.

Uma das principais reivindicações é que os trabalhadores são contra o Projeto de Lei (PL) de número 93, de autoria do próprio Poder Judiciário, que extingue o cargo de Oficial Escrevente, e cria o cargo substituto de Técnico Judiciário, o qual prevê remuneração maior a atual. A alteração, no entanto, não possibilita que os atuais ocupantes migrem para os novos cargos.

Leia mais notícias da editoria Geral

Os Oficiais Escreventes somam 61% da força de trabalho de todo o Poder Judiciário do RS. Além de não poderem migrar para o novo cargo, se criada a função de Técnico Judiciário, teria além de maior remuneração, o escalonamento de padrões remuneratórios ascendentes.

Além desta pauta, os servidores também reivindicaram a reposição das perdas inflacionárias dos últimos anos, que, segundo eles, desde 2015 já soma 23%. O Sindijus/RS deve avaliar a paralisação no RS em assembleia futura.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

Top