Você Está
Início > Notícias > Destaque > Programa Simplifica Lajeado é apresentado em Rosário do Sul

Programa Simplifica Lajeado é apresentado em Rosário do Sul

Na última quinta-feira (5), o programa Simplifica Lajeado foi apresentado aos rosarienses na Câmara de Vereadores. A ação consiste na simplificação e desburocratização da máquina pública para facilitar a abertura de empresas lajeadenses. O engenheiro e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura de Lajeado, Douglas Sandri, apresentou o case. O evento foi organizado com a Câmara de Vereadores de Rosário do Sul. 

Em julho do ano passado, o programa foi implantado em Lajeado. Desde então, em mais de 1,8 mil pedidos de aberturas de empresas, os alvarás foram expedidos em até 24 horas, o que corresponde a 94% dos casos. Antes do Simplifica Lajeado, 76% dos processos de inscrição de empresas levavam no mínimo 15 dias para serem finalizados, e apenas 1,8% eram concluídos no prazo de três a cinco dias. Conforme informações da assessoria de imprensa de Sandri, no restante do Brasil, é preciso aguardar, em média, 79,5 dias para conseguir abrir uma empresa, em função da burocracia.

Evento aconteceu na Câmara de Vereadores

Além da redução do período de finalização dos processos, também não é mais necessário ir até a prefeitura para solicitar ou retirar alvarás. A solicitação é feita pela internet. Para Sandri, a iniciativa é o caminho para o Rio Grande do Sul voltar a crescer, com menos intervenção estatal e mais liberdade. “Confiar no empreendedor é fundamental. Não é mais preciso fiscalização prévia para abrir um negócio — a não ser para alto risco. Estes representam menos de 2% dos casos”, explica o engenheiro.

Leia mais notícias da editoria Geral

Um dos organizadores do Case de Sucesso, Diego Oliveira, diz que acompanha o Simplifica Lajeado e outros projetos semelhantes pelas redes sociais. “Como administrador de formação, eu gosto de estar atento a boas práticas desenvolvidas tanto pelo setor privado como do setor público”, explica. Ao procurar Sandri para saber sobre os métodos e resultados, o engenheiro se disponibilizou a explicar o programa aos rosarienses visando a possível implantação na cidade. “O programa é muito importante no sentido de desburocratizar e tornar a máquina pública mais eficiente, contribuindo para que novos empreendimentos surjam e gerem emprego e renda em Rosário”, finaliza Oliveira.

Oliveira, o presidente do legislativo, Elisandro Paz ( PP), e Sandri

Sobre o palestrante

O palestrante Douglas Sandri é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Na iniciativa privada, o lajeadense trabalhou com projetos de eficiência energética, planejamento e manutenção preventiva na Fitesa S.A. Em 2016 foi secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura onde implementou o Simplifica Lajeado. Atualmente, ele dedica-se a auxiliar outros municípios a implementarem ações baseadas na liberdade com responsabilidade.

Deputado Afonso Hamm participa de palestra

O deputado federal Afonso Hamm (PP) esteve presente na palestra para acompanhar o debate sobre o programa. Em entrevista à Gazeta, Hamm declarou ser grande apoiador da proposta do Simplifica Lajeado e enfatizou seu vínculo com Rosário do Sul.

“Sou apoiador do tema que está sendo tratado. Simplificar o acesso das empresas ao registro é muito importante. Ajudo muito na questão da micro e pequena empresa. Além disso, trabalho muito os assuntos abrangentes em todo o município, principalmente na agropecuária”, disse Hamm.

O deputado foi vice-presidente da Frente Parlamentar de Defesa e Valorização da Produção Nacional de Uvas, Vinhos e Espumantes. É autor da emenda que incluiu os vinhos, espumantes, microcervejarias, cachaças artesanais no Supersimples. O objetivo da emenda era reduzir a carga tributária para o setor.

Hamm declarou ser grande apoiador da proposta do Simplifica Lajeado

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Fotos: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Divulgação

Deixe uma resposta

Top