Você Está
Início > Notícias > Cidade > Sobe número de desabrigados pela enchente em Rosário do Sul

Sobe número de desabrigados pela enchente em Rosário do Sul

Já são 113 famílias desabrigadas em função da enchente do Rio Santa Maria, em Rosário do Sul. Elas estão abrigadas no ginásio Oliveiro Thaddeo e em residências de amigos e familiares. Na tarde desta segunda-feira (14), o nível do rio passou de oito metros acima do normal.

A enchente, que teve início na quinta-feira (10), desabrigou pessoas da Vila Carmelo, Progresso, Areias Brancas e Vila Nova, além de moradores das proximidades da ponte do Rio Ibicuí da Armada, na estrada que dá acesso ao Campo Seco, que já está interditada devido à enchente.

Enchente tirou mais de 110 famílias de duas casas em Rosário do Sul (Foto: Renato Moraes / Gazeta de Rosário)

De acordo com Sandro Paz, do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Prefeitura Municipal, são atendidos no ginásio da escola Thaddeo, o total de 34 famílias com 120 pessoas. As demais 79 famílias estão abrigadas nas casas de parentes ou amigos.

Ainda no domingo (13), alguns moradores da Vila Carmelo receberam o auxílio do Exército que entrou na região com caminhões para realizar o transporte das pessoas. Alguns moradores recusaram a ajuda e ficaram nas casas já alagadas. O Exército também retirou pessoas do bairro Progresso. Móveis dos desabrigados também foram retirados dos imóveis, bem como animais domésticos e gado.

Gado foi removido da Vila Carmelo (Foto: 4º RCC / Divulgação)

A Secretaria Municipal de Assistência Social e a Defesa Civil, com o apoio do Corpo de Bombeiros, também realizaram durante todo o final de semana o atendimento das pessoas. Voluntários prepararam refeições para serem distribuídas aos desabrigados.

Leia mais notícias da editoria Cidade

Na região, são quase cinco mil desabrigados, entre as cidades de Alegrete, Uruguaiana, São Gabriel e Dom Pedrito. A MetSul previa para esta semana mais chuva para as regiões atingidas, o que coloca Rosário do Sul sob atenção.

Ainda na sexta-feira (11), a Prefeita Municipal Zilase Rossignollo Cunha (PTB) o Decreto de Situação de Emergência que deveria ser homologado nesta segunda-feira (14) pelo governo do Estado para mais de dez municípios da região. Além dos desabrigados, o prejuízo na agricultura já era considerável, com perdas totais ou parciais em culturas de arroz e soja.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão para esta segunda e para terça-feira (15), ainda é de instabilidade com possibilidade de chuva e risco de descargas elétricas para Rosário do Sul.

Foto principal: 4º RCC / Divulgação

Deixe uma resposta

Top