Você Está
Início > Posts tagged "SIM"

Deputado Edu Oliveira apresenta projeto de Sistema de Segurança Integrada em Rosário do Sul

O deputado estadual Edu Oliveira (PSD) esteve em Rosário do Sul na sexta-feira (23), em visita à Prefeitura Municipal, para apresentar o Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM) à prefeita Zilase Rossignolo. Conforme a assessoria de imprensa do deputado, o SIM foi criado a partir da necessidade de unir esforços entre instituições federais, estaduais e municipais, além da sociedade civil organizada, para o enfrentamento da violência e da criminalidade no Rio Grande do Sul.

Rosário do Sul recebe veículo para inspeção de produtos de origem animal

No último dia 16, o governo do estado entregou veículos a municípios para reforçar o controle da qualidade dos alimentos que são produzidos no campo e que são comercializados. Rosário do Sul esteve entre as cidades contempladas e recebeu o carro no último dia 28, apresentado pelo secretário municipal de Agricultura, Luzardo Foletto.

Visitas a açougues e mercados orientam sobre produção de linguiças e charque em Rosário do Sul

Informar e instruir. Esses são os objetivos da ação desenvolvida pela Secretaria Municipal de Agricultura, por meio do Sistema de Inspeção Municipal (Sim) e da Vigilância Sanitária. Técnicos visitam mercados, açougues e mercearias de Rosário do Sul desde a quinta-feira (20) para incentivar a regularização do serviço de produção de charque e linguiça.

Mercado Guasso recebe registro para produção de charque e linguiça

O Mercado Guasso de Rosário do Sul recebeu na manhã desta quarta-feira (17) o registro de autorização para produção de charque e linguiça. O certificado é emitido pela Secretaria Municipal de Agricultura, por meio do Sistema de Inspeção Municipal (Sim). O registro comprova que o estabelecimento está apto e de acordo com todas as normas sanitárias vigentes.

Diretor do Sistema de Inspeção Municipal fala sobre a carne de Rosário do Sul

A operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na última semana, investiga o pagamento de propina para obtenção de licenças sanitárias. Ela deflagrou um esquema que envolvia funcionários do Ministério da Agricultura em Goiás, Minas Gerais e Paraná que receberiam propina para liberar carne para comercialização sem a fiscalização adequada. O esquema também envolvia funcionários de alguns frigoríficos. As irregularidades encontradas nos frigoríficos vão desde uso de produtos químicos para mascarar carne vencida a excesso de água para aumentar o peso dos produtos.

Top