Você Está
Início > Notícias > Vereadores criticam condições de prédio da Farmácia Popular em Rosário do Sul

Vereadores criticam condições de prédio da Farmácia Popular em Rosário do Sul

Um dos assuntos em debate durante o grande expediente da sessão plenária da última segunda-feira (7), na Câmara de Vereadores de Rosário do Sul, foi a mudança da Farmácia Popular para outro prédio. A troca de locais foi uma escolha da Administração Municipal, que estaria economizando com aluguéis. Alguns parlamentares, no entanto, questionam as condições no imóvel em que o órgão está instalado agora.

As alocações de Secretarias Municipais e setores da Prefeitura aconteceram em fins de julho desse ano. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, o objetivo é reduzir gastos. A Farmácia Municipal entrou na lista de trocas. O departamento passou a atuar no antigo prédio da Brigada Militar – esquina da Amaro Souto com a Garibaldi Silva, no bairro Ana Luiza. A Secretaria de Saúde mudou-se para o endereço onde a farmácia funcionava previamente, em frente ao Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA) – esquina da 7 de Setembro com a Voluntários da Pátria.

A nova casa da Farmácia Municipal, no entanto, vem sendo alvo de críticas. O presidente do Legislativo de Rosário do Sul, Gilson Alves (PDT), manifestou sua insatisfação durante a sessão plenária desta semana e também em entrevista à imprensa. Ele relatou que visitou as instalações junto aos edis Maria Eugênia (PDT) e Cristiano Rodrigues (PP). “Para abrigar a farmácia do nosso município, primeiramente deveria ser feita uma limpeza naquele local, uma reforma”, argumentou ele, citando que o imóvel era recentemente usado como depósito de lixo eletrônico e afirmando que as peças possuem condições de higiene precárias. “Colocar os remédios da nossa cidade em um prédio totalmente infectado. Os vereadores estão preocupados, não somente eu”, completou, referindo ainda que considera saudável a economia de aluguéis.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em resposta às críticas manifestadas, a assessoria de imprensa da Administração Municipal informou que as reformas necessárias no prédio serão feitas, com o serviço em andamento. Segundo o setor de comunicação, questões de recursos e de mudanças em outros prédios, como a própria Secretaria de Saúde, impediram que as melhorias fossem feitas antes da instalação da Farmácia Popular no local. É possível também que futuramente o órgão mude para outro lugar.

Apesar de não indicar uma previsão para conclusão de obras no imóvel, a Prefeitura afirma que adequações já começaram a acontecer, como a instalação de internet e telefone, para possibilitar o funcionamento da farmácia. “Ressaltamos que o prédio foi limpo, foi dedetizado. Realmente é um prédio antigo, a aparência não é das melhores, mas a limpeza foi feita”, declarou a assessoria de imprensa, completando que os produtos eletrônicos e pneus que lá estavam depositados foram totalmente retirados em ações de recolhimento.

Reportagem: Caroline Motta / Gazeta de Rosário
Fotos: Enviadas por leitor

ATUALIZAÇÃO:

A assessoria de imprensa da Administração Municipal divulgou novas fotos do prédio que agora abriga a Farmácia Popular de Rosário do Sul, já com algumas melhorias e reformas realizadas. Confira:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

Top