Você Está
Início > Notícias > Cidade > Violência contra mulher e desigualdade de gênero é tema de palestra em Rosário do Sul

Violência contra mulher e desigualdade de gênero é tema de palestra em Rosário do Sul

Dentro das atividades alusivas ao Mês da Mulher, uma palestra sobre violência contra mulher aconteceu na última quarta-feira (21), no Teatro João Pessoa, em Rosário do Sul. O evento foi ministrado pela doutora em Psicologia e professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Martha Narvaz, que debateu, também, sobre os desafios que as mulheres encontram no cotidiano e na atualidade.

Em entrevista à Gazeta, Martha destacou que apesar de todas as lutas e conquistas ao longo dos anos, a incidência de violência contra a mulher ainda é muito elevada. “Uma das questões fundamentais é o acesso à informação. Se tu não souberes que tu tens direitos, tu não vai atrás deles. Então as mulheres precisam saber dos seus direitos, precisam saber que elas podem recorrer a alguns equipamentos… Elas precisam do que nós chamamos de se empoderar”, salientou.

Cerca de 30 pessoas prestigiaram a palestra

Durante a palestra, Martha falou sobre os dados alarmantes da violência cometido por homens contra mulheres. “A gente sabe que o gênero feminino é o gênero que fica em uma situação de vulnerabilidade. Sabe-se, também, que os números se multiplicam quando a gente cruza fatores como raça e etnia. Quer dizer, as mulheres negras têm mais dificuldades que as brancas. As mulheres pobres tem mais dificuldade que as mulheres que tem acesso a bens econômicos”, analisou a doutora.

A doutora e professora discorreu, também, sobre a desigualdade de gênero no mercado de trabalho, principalmente quanto ao acesso a cargos de poder de comando, e diferenças salariais. Além disso, Martha apresentou a origem da opressão e submissão da mulher, que sustentava a ideia de que mulheres foram feitas para a maternidade, apenas. “Se criou um discurso muito antigo que não tem fundamentação biológico, nem psicológico, que diz que as mulheres são inferiores porque são mais vulneráveis fisicamente”, completou.

O público também expressou suas opiniões e vivências, que foram debatidas em grupo. Cerca de 30 pessoas prestigiaram a palestra. O evento foi organizado pela Secretaria Municipal do Trabalho Habitação e Assistência Social, Associação das Mulheres Rosarienses Ana Terra, Procuradoria da Mulher de Rosário do Sul e Associação de Moradores da Vila Monte.

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Fotos: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top