Você Está
Início > Notícias > Cidade > Professoras apresentam trabalho em seminário em Lajeado

Professoras apresentam trabalho em seminário em Lajeado

Duas professoras de Rosário do Sul apresentaram trabalho no IV Seminário Nacional de Ensino de Línguas e Literatura na cidade de Lajeado. As professoras, da Escola Municipal Girassol, Raquel Cunha Pospichil e Karina Cordeiro de Freitas participaram do evento, que aconteceu na Universidade do Vale do Taquari (Univates), nos dias 29 e 30 de agosto.

Na ocasião, dez projetos referentes às práticas pedagógicas vivenciadas no ambiente escolar integraram a atividade. Raquel apresentou o trabalho desenvolvido com as turmas do Jardim B. O objetivo das atividades é desenvolver a prática da leitura na educação infantil. Em entrevista à Gazeta, Raquel explicou quais tarefas foram desenvolvidas com as turmas.

A atividade “Maleta Viajante” trata-se de uma mala com contos clássicos da literatura infantil. Uma vez por semana, a mala vai para a casa de um dos alunos acompanhado de uma atividade diferente que tenha relação com a história da vez. Em casa, os pais devem ler o conto para a criança que no dia seguinte irá relatar o que ouviu para os colegas. Para Raquel, essa atividade favorece a integração entre escola, família e criança. “Estreita essa relação entre os sujeitos que ajudam no desenvolvimento dessa criança”, disse a professora.

Leia mais notícias da editoria Cidade

A segunda atividade apresentada chama-se “Sequência de Imagens”. A professora distribui imagens com uma sequência lógica fora de ordem. A criança precisa organizar e contar aos colegas a história que se formou a partir dessa organização.

Na tarefa denominada “Deleite Estourado”, imagens são colocadas dentro de balões. A criança estoura um balão e inventa uma história com a figura. O tema das imagens tem correlação com o conteúdo abordado em sala de aula.

A última atividade apresentada no seminário chama-se “História Coletiva”. A professora inicia um conto e os alunos dão continuidade. Para auxiliar na criatividade das crianças, máscaras e fantoches são distribuídos. Para concluir, a turma produziu um cartaz contando a história finalizada. “A ideia é tornar a leitura prazerosa. É desconstruir a ideia de que somente a professora lê e o aluno somente ouve”, enfatiza a professora.

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

Top