Você Está
Início > Notícias > Já são quase 115 casos de violência contra a mulher neste ano em Rosário do Sul

Já são quase 115 casos de violência contra a mulher neste ano em Rosário do Sul

Os casos relacionados à violência contra a mulher em Rosário do Sul já estão em 114 desde o início de fevereiro desse ano. Em levantamento da Gazeta, este foi o mês com maior incidência de crimes do tipo, com 40 registros. Em junho, somaram-se 15 casos, além de outros três atendidos em julho.

O mais recente ocorreu na última terça-feira (3), na zona sudoeste da cidade, onde um homem teria ingressado na residência da ex-mulher, de 24 anos, e quebrado o celular da mesma. O caso foi registrado como dano consumado. Já no dia 1º de julho, ocorreram duas lesões corporais contra mulheres. Na data, uma jovem de 20 anos e uma adolescente de 15 foram agredidas. Os casos foram atendidos pela Brigada Militar.

Às 9h da manhã, a guarnição foi até um dos bairros da zona norte, onde a vítima de 20 anos relatou que foi agredida pelo companheiro. Após ser empurrada, ela teria caído e se machucado. Além disso, ele teria ameaçado atear fogo na casa da jovem. O acusado, de 22 anos, estaria embriagado e ainda tomado a direção do Fiat Palio da mulher. O homem colidiu o veículo em um poste. Ela solicitou medidas protetivas dentro da Lei Maria da Penha.

Leia mais notícias da editoria Polícia

Na mesma data, na zona oeste da cidade, a BM foi acionada pela mãe da adolescente de 15 anos, que foi espancada pelo companheiro, um homem de 28 anos. Ele teria desferido socos na vítima e usado de um pedaço de madeira para lesioná-la. O acusado fugiu e a mãe da menina buscou a menor no imóvel onde estavam. A motivação da agressão teria sido ciúmes. Ferida, a jovem recebeu formulário de auto exame de corpo de delito (AECD) e foi encaminhada ao Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA).

O quarto caso foi atendido também pela BM, na manhã de 30 de junho, envolvendo uma mulher de 30 anos. Conforme o registro de ameaça e perturbação, o acusado, de 33 anos, ameaçou a vítima de morte em seu local de trabalho. Após, ele teria a seguido de carro, enquanto ela se deslocava em uma telemoto em direção à sua casa. Na Avenida Coronel Sabino de Araújo, o acusado teria tentado atropelar a motocicleta e o piloto teve que efetuar manobra perigosa, subido na calçada para evitar a colisão. A mulher solicitou medidas protetivas contra o autor. Ninguém ficou ferido.

Ainda no dia 30 foi feito outro registro envolvendo lesão corporal contra mulher. A vítima, de 32 anos, teria sido agredida pelo ex-marido, de 56, e a filha do mesmo, de 34. A agressão teria ocorrido quando a mulher foi à casa dos acusados, onde vive o filho que possui com o homem. A vítima ficou com escoriações causadas pelas agressões. Apesar de não representar contra os autores, ela recebeu formulário de AECD.

Deixe uma resposta

Top