Você Está
Início > Notícias > Cidade > Bambas da Orgia desfilou na terceira noite de Carnaval

Bambas da Orgia desfilou na terceira noite de Carnaval

Neste domingo (3) os rosarienses lotaram as calçadas da Avenida do Samba, na Praça Borges de Medeiros, para prestigiar o Carnaval de Rua de Rosário do Sul 2019.

Diferente dos outros anos, somente a Escola de Samba Bambas da Orgia se apresentou ao público, com um enredo em homenagem a Iedo Fontoura. A Escola Embaixadores do Ritmo não desfilou devido à falta de verba. Além do desfile, no domingo também aconteceu a escolha da Corte do Carnaval e desfile dos blocos.

Com dois carros alegóricos, dez alas e vários destaques, a Escola de Samba Bambas da Orgia abrilhantou a Avenida por volta das 2h da madrugada desta segunda-feira (4). Com o samba enredo “O Sol Há de Brilhar Mais Uma Vez”, composto por Marcelo Demitrio e Samir Trindade, a escola homenageou seu fundador, Iedo Fontoura, que faleceu em setembro do ano passado. “É a metáfora do sol comparando a figura do Iedo para escola de samba. Ele é nosso sol, nosso criador. Ele que nos guia e que iniciou a escola de samba”, disse Márcio Fontoura, presidente da agremiação. Os carnavalescos José Airton e Elizabeth Moura também foram homenageados.

Leia mais notícias da editoria Cidade

Foi a primeira vez que a escola desfilou sem Iedo e, mesmo na concentração, o sentimento entre os membros era de perda.  “É um sentimento de vazio, ele era uma pessoa que fazia parte do carnaval de Rosário”, completou Fontoura.

O presidente também destacou que a falta de repasse da Administração Pública, vetada pelos vereadores, causou transtorno e prejuízo à escola, pois o valor já estava incluso no orçamento. “Aceitamos a proposta do município, porque era interessante para nós desfilar esse ano. Tínhamos um motivo muito relevante, que é a perda do nosso fundador. Para nossa surpresa, faltando uma semana para o evento, com tudo pronto, os vereadores fizeram a negativa”, relatou Fontoura.

O presidente salienta que a escola contou com o apoio da comunidade e do comércio para dar continuidade à preparação para o Carnaval. “A população precisa entender que o repasse de verba se dá porque em Rosário ninguém paga um real para assistir o desfile (…). O dia que houver cobrança, as escolas de samba terão subsídio e não precisará entrar verba pública, mas pra isso precisaria de uma mudança de cultura muito grande”, finalizou ele.

Após o desfile, o público pôde se divertir ao som do DJ Rafa, que deve animar as próximas duas noites de carnaval. Confira mais registros do Carnaval 2019, em breve, no www.gazetaderosario.com.br e na edição impressa do jornal.

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Foto em destaque: Renato Moraes / Gazeta de Rosário

Deixe uma resposta

Top