Você Está
Início > Notícias > Carmen Flores deve deixar o PSL nos próximos dias

Carmen Flores deve deixar o PSL nos próximos dias

A rosariense Carmen Flores anunciou que deixará o Partido Social Liberal (PSL) nos próximos dias. A decisão aconteceu devido a discordâncias com os colegas de partido. Além disso, por determinação do PSL nacional, ela passará o comando da legenda no Estado ao deputado eleito Luciano Zucco.

Em entrevista à Gazeta, Carmen afirma que ainda não foi comunicada pelo partido nacional que sairá da presidência. “O novo presidente [Zucco] já está negociando com o novo governo e se passando por presidente sem eu ser comunicada de nenhuma saída. Então vou me antecipar e sair para dar espaço legítimo a ele”, disse Carmen, que afirma ter pedido exoneração nacional na manhã desta sexta-feira (14).

Além da troca de presidência, outras questões levaram Carmen a buscar um novo partido. “Os deputados eleitos estão fazendo um partido só de deputados e eu não concordo com isso, e nem o presidente Bolsonaro concorda. O objetivo era um partido descente, em que pudéssemos trabalhar no interior do estado e fazer crescimentos nas cidades e não transformar em um curral eleitoral como a maioria dos grandes partidos hoje. Não foi pra isso que eu entrei”, disse à Gazeta.

Leia mais notícias da editoria Política

Nas eleições de outubro, Carmen concorreu à senadora do estado e ficou em quarto lugar, contabilizando 1.509.157 votos. Em Rosário do Sul, ela conquistou 5.682 dos votos rosarienses. Durante a campanha, ela contou com o apoio do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e superou a votação de um dos mais antigos políticos gaúchos, José Fogaça (MDB). “Entrei, em primeiro lugar, para ajudar o Bolsonaro. Cumpri a minha parte, acredito que muito bem, e não vou concordar, em hipótese alguma, que as cidade sejam loteadas por deputados”, acrescenta.

Quanto a sua relação com o presidente eleito, ela afirma que continua “firme e forte”. “Bolsonaro para sempre, PSL nunca mais. Ele também não concorda com isso e provavelmente ele também sairá desse partido”, afirma. Carmen salienta que ainda não sabe qual partido irá se filiar, mas afirma já ter recebido vários convites. “Estou muito machucada com a história e não condições de tomar nenhuma decisão coerente”, acrescenta.

Reportagem: Larissa Hummel / Gazeta de Rosário
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Deixe uma resposta

Top