Você Está
Início > Notícias > Idosa é vítima de violência contra mulher em Rosário do Sul

Idosa é vítima de violência contra mulher em Rosário do Sul

Mais casos relacionados à violência contra mulher foram atendidos ou registrados na Polícia Civil da cidade. Em um deles, um homem foi preso após descumprir medida cautelar contra a própria mãe.

Conforme o registro policial, a Brigada Militar foi acionada na manhã de quinta-feira (5), para ir até uma propriedade localizada no bairro Parque Ibicuí, zona norte da cidade. No local, encontraram o acusado de 27 anos e a vítima, a sua mãe, de 66 anos, a qual relatou que o filho passou a noite toda lhe perturbando e ameaçando, inclusive quebrando utensílios domésticos.

Os PMs constataram que a vítima vive em condições precárias, com problemas de saúde e locomoção. Com o acusado, foi apreendida uma faca de serra. As partes foram encaminhadas para a Polícia Civil.

Na delegacia, o homem passou a gritar e proferir palavrões, além de se auto lesionar, jogando o próprio corpo contra as grades da cela.  Foi lavrado o auto de prisão em flagrante delito e o homem encaminhado ao Presídio Estadual de Rosário do Sul (PERS).

Antes, no domingo (3), uma mulher de 42 anos compareceu na Polícia Civil informando que foi ameaçada pelo seu marido. Conforme o registro, o fato teria ocorrido no início deste mês no imóvel onde mora. Ela disse ainda que o acusado teria lhe agarrado pelo pescoço e depois nos braços, deixando-a com marcas da violência.

Leia mais notícias da editoria Polícia

Além dos dois casos registrados em setembro, a Brigada Militar atendeu no dia 31 de agosto, o 15º caso de violência contra a mulher, somente no mês passado. O fato envolveu lesão corporal consumado e teria ocorrido às 16h no bairro Jardim Paraíso. Conforme o registro, a BM encontrou a vítima, mulher de 19 anos, com a filha de um ano e quatro meses no colo, do lado de fora da casa. O agressor de 23 anos teria trancado a casa e fugido. A vítima relatou que o homem teria iniciado uma discussão seguida de espancamento, porque não queria que ela desse atenção para a filha do casal. A mulher foi encaminhada para o Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA), para ser medicada e, posteriormente, levada a Polícia Civil, onde foi feito o registro de lesões corporais consumado. A vítima solicitou medidas protetivas contra o agressor.

Com os dois casos de setembro e este último de agosto, já são 147 registros de violência contra a mulher em Rosário do Sul desde fevereiro de 2018. Em julho foram 18 registros e em agosto, outros 15. O mês de fevereiro foi o de maior incidência com 40 registros.

Deixe uma resposta

Top