Você Está
Início > Opinião > Editorial > Mais que o acaso

Mais que o acaso

O tempo passa, mas a ferida não cicatriza. A dor é tão constante que parece suavizar, mas basta um mero detalhe para que ela volte com força. A morte faz parte do processo natural da vida, porém nunca é fácil aceitá-la. Já é difícil quando as causas envolvem fatores que vão além das capacidades humanas, como o fim que espera a todos no avançar da idade. Porém, quando vidas são ceifadas em decorrência da violência ou da negligência, que pode ser tão mortal quanto, o sentimento de perda se mistura à ânsia por justiça, que nem sempre é alcançada.

Você precisa iniciar uma sessão para visualizar o restante do conteúdo.Por favor, . Você ainda não possui uma conta de usuário? Cadastre-se!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top